Minhas experiências na conferência MIX11

No ano passado participei de um concurso semelhante ao PHP no concurso Azure: The WinPHP Challenge. Acabei sendo o vencedor e, assim como no concurso deste ano, ganhei voo, hotel e entrada para a conferência MIX em Las Vegas.

Enquanto estou sentado em um belo sofá no saguão da conferência, vou compartilhar com vocês algumas das experiências e lições da conferência MIX para mim. Quero resumir algumas das coisas que levo comigo quando volto para casa amanhã.

Primeiro de tudo: eu faço muitas conferências. Principalmente como palestrante, às vezes como participante. Mas quase todos eles são puros conferências PHP. Conferências onde a maioria dos participantes está familiarizada e envolvida no desenvolvimento de código aberto, onde as pessoas conhecem a programaçao PHP e tudo o que o acompanha, onde uma grande maioria anda com um iPhone, iPad,  smartphone ou MacBook. Então, chegar a uma conferência da Microsoft foi um pouco estranho. Eu estava com medo de ser algum tipo de pária com todas as minhas coisas do Mac. Fico feliz em chegar à conclusão de que isso não é verdade. Mesmo que não haja tantos como em conferências PHP, ainda há alguns iPhones, iPads e MacBooks aqui. Inferno, há até uma sessão no desenvolvimento do iPhone e iPad (bem, combinado com o Windows Azure)! Claro, isso é apenas um detalhe que é completamente irrelevante, mas sendo um fanboi do Mac,;)

Voltar para MIX. Eu não tinha ideia do que esperar, realmente. Eu nunca tinha estado em Las Vegas antes, muito menos em MIX. Saindo do avião em Vegas, a primeira coisa que vi foi … uma fileira de slot machines. E quando cheguei ao hotel, fiquei surpresa com a aparência de Las Vegas, tenta ser. Eu não sei. É uma cidade estranha. Fiz o check-in no hotel e dormi depois de uma longa viagem. Eu queria estar acordado para a conferência na manhã seguinte.

Na manhã seguinte, descobri o MIX. A escala da conferência é muito maior do que qualquer conferência PHP em que já estive. No café da manhã eu já notei que a quantidade de pessoas é tão grande, há tantas pessoas aqui. Entrando na sala principal, descobri quantos. Aquela sala era grande. 2 grandes telas de projeção de cada lado de um palco enorme, milhares de cadeiras e pessoas se preparando para a primeira de duas palestras. Maciço!

O keynote em si foi interessante. Muitos anúncios foram feitos em produtos da Microsoft. Fiquei especialmente impressionado com o desempenho do novo material HTML5 que eles adicionaram à compilação de visualização do Internet Explorer. Foi uma pena que o material foi apresentado mais para bater o Google Chrome do que realmente mostrar a grandiosidade que eles colocam no IE.

Além disso, a palestra foi a primeira vez que vi algumas coisas sobre a estrutura da ASP.NET MVC3 e o Entity Framework para .NET. Eu focalizei puramente o PHP até agora, e nunca havia olhado para isso antes. É engraçado e bom ver que a abordagem escolhida pelo MVC3 e Entity Framework é muito semelhante ao que o PHP tem com frameworks como Symfony2 e Zend Framework, bem como o Doctrine. Abordagens muito semelhantes, apenas uma linguagem diferente. Muito legal.

Durante o resto do primeiro dia, eu realmente não participei de nenhuma sessão. Como é uma conferência da Microsoft, a maioria das sessões não me interessava muito. No entanto, conversei com alguns participantes e patrocinadores e é bom ver que, embora a natureza dessa conferência seja muito mais comercial do que as conferências PHP, ainda há um senso de comunidade e as pessoas compartilham uma paixão.

A exposição também foi muito legal. Uma das coisas mais legais foi uma pista de corrida RC onde você poderia participar de uma competição de corrida. Agora isso já é legal, mas com essa competição eles estavam realmente exibindo uma tecnologia legal que eles tinham construído, onde mini-câmeras no lado da pista eram capazes de reconhecer os carros e calcular os tempos das voltas, etc. Coisas muito legais.

O segundo dia da conferência começou com outra palestra. E uau, esse foi espetacular! Primeiro de tudo por causa de muitos anúncios do Windows Phone 7. Estou muito interessado em olhar para o desenvolvimento do Windows Phone 7, por isso foi muito bom ver alguns dos novos recursos e melhorias que estão chegando no final do ano. Também interessante para os desenvolvedores da web, apesar de não chamar minha atenção pessoal, é o novo material do Silverlight. E mesmo que não tenha realmente o meu interesse, foi muito legal ver algumas das coisas que eles estão construindo com o Silverlight. E por último mas não menos importante: Kinect. A Microsoft está lançando um Kinect SDK, permitindo que os desenvolvedores acessem o dispositivo Kinect. Há algumas coisas incríveis que você pode fazer com o Kinect, com certeza! E eles anunciaram que todos os participantes receberão um Kinect grátis!:)

Eu também assisti algumas sessões durante o segundo dia. A primeira sessão foi uma sessão sobre 10 coisas que você não sabia que poderia fazer com o Windows Azure. Desde que eu tenho olhado no Azure um pouco, isso soou interessante. E foi! Foi muito legal ver que você pode implantar o couchDB ou executar o memcache em uma instância do Windows Azure. Há uma lista completa das coisas que você pode fazer com o Azure .

Outra sessão que frequentei foi sobre o novo recurso do Internet Explorer de fixação de site, que permite todos os tipos de coisas legais que você pode fazer com a fixação de um site na barra de início do usuário. Isso varia de coisas simples, como links para páginas importantes, até a integração real de ler os posts mais recentes ou até mesmo controlar a reprodução de áudio e / ou vídeo no site. E porque é apenas um par de metatags e algum javascript, ele não quebra seu site para outros navegadores.

Com todas essas pessoas aqui, as palestras e as sessões, eu também me inspirei muito para fazer algum trabalho. Então eu dei os retoques finais em um pequeno aplicativo Symfony2 no qual eu estava trabalhando especificamente com o propósito de usar também como um testcase para testar diferentes plataformas de nuvem. Obviamente, o primeiro a olhar enquanto no MIX era o Azure. Eu já consegui configurar todo o meu ambiente de teste local e até agora tenho trabalhado na correção dos últimos problemas que tive com a implantação do meu aplicativo no DevFabric local. Assim que for capaz de fazer isso e implantá-lo no Azure de produção, certamente vou blogar sobre isso no meu blog.

Então, para resumir: Vegas é estranho, até bizarro. MIX é uma conferência muito legal e inspiradora. Fiquei bastante impressionado com o trabalho que a Microsoft fez no Internet Explorer (e no HTML5) e no Windows Phone 7. Vi algumas coisas legais sobre o Windows Azure php profissional que eu não conhecia.  Eu conheci pessoas incríveis. Isso valeu muito a pena! Obrigado Microsoft por me dar a oportunidade de participar do MIX11, e para a pessoa que ganhará o PHP no concurso Azure: Divirta-se no próximo ano! Tenho certeza que você vai!

Php com MySql na nuvem

1 thought on “Minhas experiências na conferência MIX11”

  1. Ótimo blog que você tem aqui, mas eu estava curioso para saber se você conhece algum fórum que cubra os mesmos tópicos discutidos aqui? Eu adoraria fazer parte do grupo, onde posso receber feedback de outras pessoas experientes que compartilham o mesmo interesse. Se você tiver alguma sugestão, entre em contato. Parabéns!

Leave a Reply to Maria José Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.